Categorias
Artigos

Grupo na Alemanha quer testar semana de quatro dias nas fábricas

A pandemia ampliou o interesse em formatos de menos tempo de trabalho. O principal modelo existe na Alemanha, e ampliá-lo pode ser saída para a crise

Com a produção longe dos patamares normais em meio à pandemia, trabalhadores na Alemanha estão pressionando por uma opção a um aumento salarial quase impossível neste momento. A saída, defendem eles, seria ter menos horas de trabalho.

O IG Metall, maior sindicato do mundo e que reúne trabalhadores da metalurgia em fábricas alemãs, está pedindo às empresas que implementem uma semana de quatro dias. A informação foi dita por Jörg Hofmann, líder do sindicato, ao jornal Süddeutsche Zeitung, um dos maiores jornais diários da Alemanha. 

Os empregadores ainda não responderam à solicitação. Mas uma redução na carga horária pode ser de fato uma das saídas estudadas pela Alemanha à medida em que, seis meses após o começo da crise da covid-19, a retomada se mostra mais lenta do que a esperada anteriormente.

Fonte: https://exame.com/carreira/grupo-na-alemanha-quer-testar-semana-de-quatro-dias-nas-fabricas/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *